Filme: Três Anúncios para um Crime [Review]

Filme: Três Anúncios para um Crime [Review]

Sempre me chama atenção os filmes que causam impacto não só pela trama, mas também pela força de seus personagens, e a obra que vou abordar hoje faz isso muito bem. Apesar de parecer mais um filme de mãe em busca de justiça, Três Anúncios para um Crime fala de como uma decisão pode desencadear uma série de mudanças para muitas pessoas.

O filme começa num momento de decisão, quando Mildred Hayes (Francis McDormand) resolve alugar três outdoors na entrada da cidade para provocar a polícia local, principalmente o delegado Willoughby (Woody Harrelson), questionando a ineficácia da mesma na solução do caso de estupro e assassinato de sua filha. A decisão de Mildred gera grande repercussão, causando um impacto enorme na pequena cidade de Ebbing. No elenco Sam Rockwell, Peter Dinklage, Caleb Landry Jones, Lucas Hedges, Abbie Cornish e Amanda Warren.

Martin McDonagh escreve e dirige uma história que apesar de ter como centro das atenções um crime não começa mostrando o mesmo, pois ele não é o foco da história. O centro de tudo é a revolta e raiva de uma mãe, da sua escolha em fazer algo para chamar a atenção por uma causa antes que ela se torne esquecida e das transformações que uma decisão pode acarretar em larga escala. De imediato você já é introduzido aos personagens através de cenas que mostram bem a personalidade de cada um, estabelecendo a base que será trabalhada e explorada no decorrer da história. Gosto da atmosfera meio anacrônica da cidade, pois apesar de aparentemente se passar nos dias atuais, o lugar tem aquele clima interiorano que remete um pouco aos tempos do velho oeste americano. Este clima não está presente apenas no local, mas também na personalidade e ideais dos personagens.

Muito da força da película está em seu excelente elenco, com destaque para Francis McDormand que brilha na tela interpretando Mildred, uma mulher cheia de força de vontade e pulso firme que defende seus ideais mesmo muitas vezes pagando um preço alto por isso. Apesar do personagem de Woody Harrelson ser um dos principais alvos de Mildred e eles baterem de frente, existe um respeito mútuo entre os dois, algo que claramente foi conquistado por ambos. Sam Rockwell também está fantástico, agregando carisma em um personagem completamente babaca e sem noção cujo freio está no xerife vivido por Harrelson. Todos os personagens são muito verdadeiros, nos fazendo criar empatia por eles de uma forma quase inevitável.

Este filme nos faz pensar como nossos atos podem ter a força de causar um impacto muito maior do que imaginamos e que grandes decisões sempre terão efeitos colaterais – não só para os outros mas para nós mesmos. Três Anúncios para um Crime é uma obra de personagens memoráveis, um drama forte que fala de muitos temas sem ser panfletário, uma película que já está ganhando prêmios por aí e certamente também vai levar umas boas estatuetas douradas no Oscar.

Deixe um comentário

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *