Filme: O Primeiro Homem [Review]

Filme: O Primeiro Homem [Review]

Hollywood adora adaptar grandes acontecimentos históricos para as telonas e, alguns deles, até nos questionamos como nunca foram feitos antes. O Primeiro Homem acompanha Neil Armstrong até ser o primeiro homem na Lua, mas apesar da grande produção e ar de grandeza, fica um pouco abaixo do que se espera num filme com esta pegada.

Antes de se tornar o primeiro homem a pisar na Lua, Neil Armstrong (Ryan Gosling) teve uma longa jornada cheia de desafios. O filme biográfico acompanha o astronauta, seus problemas pessoais e todos os percalços que a NASA teve que superar para completar seus objetivos na corrida espacial contra a União Soviética. No elenco Claire Foy, Jason Clarke, Kyle Chandler, Corey Stoll, Ciarán Hinds e Patrick Fugit.

Tem certos filmes que na premissa você já sente a intenção de conquistar uma estatueta do Oscar, e aqui podemos perceber isso claramente. Começando na escolha do tema, a biografia de uma figura tão importante na história dos EUA e da humanidade, mas também a presença de Steven Spielberg na produção e de Damien Chazelle na direção, aclamado pelo sucesso de Whiplash – Em Busca da Perfeição e La La Land (ao qual trabalhou com Gosling). Apesar disso, não senti que conseguiram aplicar o tom épico que o filme almejava. O problema de se trabalhar com biografias é ter que converter até mesmo os fatos mundanos em uma jornada épica e, ao menos para mim, o filme segue arrastado nos dramas de Armstrong em boa parte do tempo. Claro que é interessante ver os conflitos e desafios que ele passou até sua conquista, mas o ritmo da narrativa muitas vezes te tira do mundinho e faz questionar que hora ele vai pro espaço.

Os pontos altos ficam pela ambientação da época, reforçada pelo efeito granulado na câmara remetendo a filmagens antigas, também refletido em um “manejo amador” com tremidas e aproximações da mesma que às vezes incomodam. Exploram também outros lados dentro da corrida espacial como os protestos da população que passava dificuldade e achava um desperdício gastar milhões para colocar um homem na Lua. Ponto alto também para os aspectos técnicos, principalmente na cena da Lua que vale o filme todo. O elenco manda bem, até porque o filme é focado no drama e exige isso, mas queria saber se Armstrong era tão apático quanto a atuação de Gosling. Mesmo ele comumente fazer papéis com esta pegada mais inexpressiva, já vimos como ele também consegue fazer algo fora deste padrão em filmes como Dois Caras Legais – Talvez neste caso o tenham escolhido pra justamente passar este aspecto ao personagem. Destaco a atuação de Claire Foy como a esposa de Armstrong, que rouba a cena quando aparece.

Com uma premissa pretensiosa não alcançada, O Primeiro Homem ainda é um bom filme, retratando uma ambientação interessante e que mostra os bastidores de uma das mais audaciosas empreitadas humanas no espaço. Minhas apostas são de que o filme vai fazer sucesso com o pessoal que gosta de drama e biografias, ganhar destaque nas categorias técnicas da academia mas melhor filme… Só se fizer um lobby muito forte.

Deixe um comentário

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.