Chico Xavier

Chico Xavier

O cinema brasileiro da assim chamada retomada está se industrializando. Numa análise superficial de minha parte, diria que nossas produções estão focando, principalmente, com maior ou menor qualidade, em filmes de comédia, violência urbana e biografias.

Neste último caso, Cazuza, Zezé Di Camargo e Luciano e o Presidente Lula, entre outros, já ganharam suas cinebiografias. O gênero é inesgotável e tantas são as figuras que merecem ou mereceriam um filme para contribuir com a manutenção da memória de nosso país. O Brasil parece, finalmente, começar a homenagear seus personagens históricos importantes também no cinema. Mas como colocar a vida de um homem em um filme? Essa pergunta abre Chico Xavier, o filme sobre a vida do médium espírita que atraiu a atenção de milhões de pessoas em seus 92 anos de vida.

Não se iluda ao pensar que este filme é exclusivamente para espíritas. A começar pelo diretor, Daniel Filho, assumidamente ateu, que resistiu até o fim dirigir o filme. O bom disso é que o filme procura desmistificar Chico Xavier, mostrando o lado humano do médium.

O filme começa na famosa e uma das poucas entrevistas que Chico deu a um programa de televisão, o Pinga-Fogo da TV Tupi na década de 1970. A partir daí, fatos de sua vida são mostrados em flashbacks que se revezam com a trama paralela de um casal, interpretados de maneira soberba por Tony Ramos e Christiane Torloni, em crise e mergulhados em profunda tristeza devido à morte do filho, supostamente assassinado por seu melhor amigo.

A mão competente da direção de Daniel Filho é sempre bem-vinda. Diretor dos sucessos Se eu Fosse Você e sua continuação, ele consegue pintar um retrato que não seja necessariamente fiel, mas sim, verossímel da vida do personagem, focando na trajetória que o levou a se tornar um dos maiores religiosos de nosso país e não nos “milagres” e supostos, ou não, fenômenos creditados a ele. Boas tomadas, excelentes closes que tornam a narrativa dramática na medida certa, sem espaço para pieguices ou dramalhão desnecessário.

Da mesma forma, os três atores que interpretam Chico em suas várias fases são muito competentes, embora pareça que Nelson Xavier tenha ganho mais destaque na mídia e no filme por interpretar a última fase de Chico. O ator também é ateu e disse jamais ter se importado com o médium até esse filme. Alguns maneirismos e jeito de Chico foram muito bem representados por todos os atores.

No mais, várias passagens do livro As Vidas de Chico Xavier, obra do jornalista (não-espírita) Marcel Souto Maior, em que se baseou o filme, vão se apresentando, ora emocionando, ora chocando, ora se apresentando como um bom alívio cômico. A trama do filme é bem amarrada e funciona bem. Não tem um caráter de documentário nem é arrastado, muito menos tem a intenção de endeusar Chico Xavier. Sua cinebiografia foi composta de uma narrativa muito adequada a todo tipo de público, espírita ou não. Não há como não se deixar envolver e questionar sobre a vida de Francisco Xavier ao fim do filme.

Mas, uma vez mais, independentemente de sua crença religiosa, vale a pena assistir porque não é um filme espírita. Não é sobre o espiritismo e como ele cresceu no Brasil a partir de Chico Xavier. É um filme sobre o homem Chico, aquele saído de Pedro Leopoldo, Minas Gerais, humilde, pobre, que dedicou uma vida inteira a dar assistência àqueles que precisavam, àqueles que tinham menos do que ele. É a história de um homem que nunca quis ser mito, ser exemplo, mas que pode ser encarado como lição, como diria nosso poeta Mário Quintana. É a história, jamais definitiva, de um homem que, creio eu, falava mais aos vivos do que aos mortos.

Ficha técnica

Título: Chico Xavier – O Filme

Biografia / Drama

País / Ano / Duração: Brasil , 2010 – 125 min

Direção: Daniel Filho

Elenco: Matheus Costa, Angelo Antônio, Nélson Xavier, Tony Ramos, Christiane Torloni

Deixe um comentário

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.