Carnívora [Resenha]

Carnívora [Resenha]

Resenha da HQ de Pericles Júnior, lançada pela Avec esse mês e que conquistou centenas de fãs no Catarse.

E aí argonautas,


Carnívora
é daquelas HQs que cativa seu leitor desde a capa: longe de ser “só mais uma de rostinho bonito”, você sente vontade de ir “direto aos finalmente” só de olhar para ela.

Carnívora HQ resenha

Sim, sim… Eu Ainda estou falando do quadrinho desenhado e escrito por Pericles Júnior que é o novo álbum da Avec Editora às livrarias brasileiras. Se acompanha os principais sites de notícias, deve ter ouvido falar muito bem dela nos últimos meses. Se trata de mais um sucesso do financiamento coletivo. Sucesso do Catarse.

E não é para menos!

Pericles combina sua experiência como quadrinhista (trabalhou junto com Guillermo del Toro, Travis Beachum e Yvel Guichet na graphic novel Pacific Rim: Tales From Year Zero; Legendary Comics, sem tradução no Brasil) com mais de 8 anos escrevendo storyboards para cinema e TV.

Carnívora HQ resenha

Resultado: a narrativa cinematográfica é incrível com destaques para cenas de ações eletrizantes. Como essa splash page do policial Carlos correndo pela favela, veja:

Carnívora HQ resenha

 

Policial Carlos? Cenas de Ações? Correndo pela Favela? Do que se trata Carnívora, afinal?

É, lendo até aqui até parece uma versão em quadrinhos de Tropa de Elite, né?

Então por que esse nome? Carnívora? Quem come quem?

Calma. Já chegamos lá.

 

Bem-vindo ao Morro do Caveira, alemão!

O policial civil, Carlos, procura por sua noiva desaparecida em um sequestro no que parece ser uma versão fictícia da cidade do Rio de Janeiro. Infelizmente, sua única pista é um endereço no alto do Morro do Caveira. Uma área que a alguns meses apavora os moradores próximos. Eles afirmam ver pequenas criaturas carnívoras, parecidas com crianças.

Carnívora HQ resenha

Tais criaturas atacam violentamente qualquer um que ouse se aproximar de lá… De uma área em que nem mesmo os traficantes e policiais (que possuem poder fogo) ousam pisar.

E é justamente nessa região que Drika, a noiva de Carlos, fora vista pela última vez.

 

Os Mortos Andantes

À primeira vista, por se tratar de uma história de zumbis e ter arte interna em preto e branco, pode parecer que Carnívora é mais uma obra a beber de The Walking Dead.

Entretanto, essa é apenas uma leitura bem superficial do trabalho de Pericles. O terror não é o elemento principal da história. Ele é apenas subjetivo. Você deve se preparar para se amarrar nas cenas de ação empolgantes e no clima de conspiração.

Carnívora HQ resenha

No sub-texto, a trama lança uma discussão importante sobre o valor da vida em meio a violência urbana nos grandes centros urbanos do país. O preço de suas escolhas é o que pode trazer à tona os verdadeiros monstros… aqueles que vivem dentro de nós.

 

Uma História Sobre Pessoas

Além de discutir crime e brincar com a violência e o terror, a HQ também joga com entidades do nosso imaginário: chupa-cabra, o capeta, orixás do candomblé, césio-137, todos esses elementos já ouvidos no linguajar tupiniquim podem estar nas suspeitas dos leitores sobre “o que poderia ter criado as carnívoras?

Pericles deixa o leitor com mais pulgas atrás das orelhas, quando dá voz aos figurantes (os moradores do morro) e cada um deles dá a sua opinião sobre porque há assassinatos estranhos no alto do Caveira (lembra do eu disse, sobre ele ter muita experiência cinematográfica?).

Carnívora HQ resenha

Além de Carlos, temos a novata no esquadrão, Jessy, que apesar de parecer inocente é bem mais do que os olhos podem ver; Sônia – a chefe de polícia mais motherfucker dos quadrinhos – e principalmente o personagem mais legal que você achará nessa HQ: eles o chamam apenas de “Parede”.

Só isso que você precisa saber sobre ele… E que ele fica ainda mais legal com uma rocket launcher!

Carnívora HQ resenhaFaço ressalvas, porém, ao Carlos. Achei que ele enfraqueceu muito dentro da trama. O policial começa com um protagonista obstinado e simplesmente vira um looser no final da história. E nesse ponto percebemos que a verdadeira protagonista da história é a Jessy, uma personagem que não tem muito a ver com o background da trama. Não gostei muito nesse ponto.

Mas isso não tira o gostinho de Carnívora. Por mais que ele seja o protagonista, ainda tem muitos outros mistérios: como o Preto Ziza, pai de santo e morador do morro, ele está muito ligado as tais criaturas carnívoras sabe como?

Leia no gibi…

 

Sucesso no Catarse

O trabalho de Pericles foi inteiramente financiado no Brasil com apoio de mais de 400 colaboradores através do Catarse. Para promover a HQ, o autor gravou um teaser trailer que pode ser assistido no YouTube nesse link.

A obra, agora, chega às mãos dos brasileiros com tratamento gráfico de luxo: um álbum com cerca de 120 páginas, miolo ilustrado em preto e branco, e a capa colorida em papel cartão tríplex 300g.

Carnívora HQ resenha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sim… Só a capa já impressiona bastante, mas sou suspeito para falar. Afinal, muitos sabem que sou colaborador da Avec Editora.

Prêmio Para os Leitores do Dínamo Studios!

Carnívora HQ resenhaSe você leu essa resenha e se interessou por Carnívora aproveita enquanto ainda temos em estoque e compre a sua edição na Avec Store.

É sério gente: temos apenas algumas dezenas de exemplares, os demais serão distribuídos para quem colaborou com o crowndfunding.

Por isso clique aqui e aproveite duas promoções imperdíveis: leitores do Dinamo Studios ganham 10% de desconto se escreverem “dinamo” no campo de cupom de desconto; e a compra está com frente grátis para todo o Brasil.

Comente abaixo quais foram suas impressões de Carnívora e não deixe de compartilhar para fazer esse post chegar ao maior número de fã de HQs brasileiras.

Quer aprender técnicas sobre escrita? Confira já meu site sobre dicas de narrativa em www.vidadeescritor.com.br.

Abraços.

Nota: 8/10

Ficha Básica: Autor: Péricles Junior ISBN: 978-85-67901-24-4 Editora: AVEC Editora Formato: 17,5cm X26,5cm Tipo de capa: 4/1 cartão triples 300 Papel: Off set 90g Miolo: Preto e branco Quantidade de páginas: 120  Publisher: Artur Vecchi Preço Sugerido: R$ 50,00 (impresso)

Deixe um comentário

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.