7 Coisas que você não viu em Thundercats

7 Coisas que você não viu em Thundercats

Por VAGNER ABREU, especial para o Dínamo Estúdio.

Uma música que me faz viajar no tempo é a inesquecível abertura do desenho Thundercats. Que passava na TV Colosso junto com os nostálgicos Caverna do Dragão e Tartarugas Ninjas.

Havia muita coisa legal para um garoto dos anos 1980 no desenho dos Gatos Humanóides: tanques, espadas mágicas, batalhas, magia com tecnologia e até um vilão muito do sinistro.

Mas hoje, o que mais me encanta na obra de Tobin Wolf para os estúdios de Rakin/Bass é saber que havia uma mega coleção de referências à cultura pop da época e à mitológica e que eu nem fazia ideia que estavam lá.

foto 1

Por isso, nesse post quero apontar 11 elementos de Thundecats que fazem referência a concepção do herói clássico segundo Joseph Campbell em sua tese O Herói de Mil Faces. Claro que para muitos, postagens sobre o uso do monomito em um filme ou série de TV não são mais novidade. Os roteiristas a utilizam com muita frequência.

Foto 2Ainda assim, te recomendo continuar a leitura. Mesmo que seja para descobrir um jeito de copiar Star Wars, Batman, Superman, Rei Artur e Senhor dos Anéis e ainda assim continuar sendo incrivelmente original.

Por isso, se deseja conhecer mais sobre os aspectos mitológicos de Thundercats, grite comigo o brado de guerra dos Gatos e não continue lendo o post abaixo:

Thundercats HOOOOOOOOOOO!

 

7 Coisas que você não viu em Thundercats

Coisa 1 – O Mito do Herói Solar

O personagem mais importante para a Jornada do Herói é herói principal (protagonista) que precisa passar pelas etapas da Jornada. Em Thundercats, esse é o papel de Lion-O. O Leão, entre os Gatos do Trovão possui as principais características do chamado Herói Solar – você deve se lembrar desse termo da minissérie All Star Superman (Grant Morrison).

Em diversas mitologias, o herói solar é um personagem puro e que de alguma forma esteja ligado com a luz e a busca por uma ascensão pessoal. Sempre, o herói solar será a peça central de adoração nas muitas mitologias. É Cristo para os Católicos, Buda, Thor, Artur, Apolo, Mitra, Moisés e Hórus, em suas respectivas culturas.

foto 3

Note como Lion-O é representado como um herói solar moderno. Ele usa a mesma palheta de cores que o Superman – falaremos sobre isso mais a frente – e manipula a luz, quando evoca os poderes da Espada Justiceira e um holograma com o símbolo de Thundera sobe aos céus.

 

Coisa 2 – Provações

Outra coisa recorrente na Jornada do Herói é que o protagonista precisa ser constantemente testado por uma tentação, uma prova de atletismo, enigma ou batalhar. Lion-O é constantemente testado a cada episódio, quando tenta enfrentar Mun-ra e os Mutantes sem evocar os poderes da Espada.

Entretanto, um dos episódios mais marcantes sobre provações é aquele em que o Leão se coloca a teste desafiando seus próprios companheiros. O Leão deve, então, vencê-los onde eles são especialistas para provar que é digno do cargo de Senhor dos Thundercats.

Foto 5

De mesmo modo, Jesus irá passar 40 dias de jejum no deserto e Buda, ajoelha-se para meditar enquanto é testado pelas tentações de sua inimiga, Maya. Todos eles se voluntariaram a participar dessas provações e provaram dignos de serem Mestre em suas filosofias.

 

Coisa 3 – Influência Pop do Superman

 

Como rito de passagem importante no inicio da jornada de todo herói solar, precisa haver uma morte inesperada e logo em seguida um renascimento. Esse acontecimento pode acontecer de fato (Neo morre por tiros do Smith, para se ressuscitado por Trinity) ou ser meramente simbólico (os pais de Bruce Wayne morrem para ele nascer para uma nova vida como Batman).

foto 5.5

Outro exemplo que ilustra esse rito de passagem que marca a vida do herói é o do nosso querido Azulão: o Superman é posto em uma nave especial e enviado para o planeta Terra antes de Krypton explodir vítima de um cataclisma.

Note como essa origem também reaparece em Thundercats. No primeiro episódio, os gatos estão em uma nave fugindo de uma Thundera condenada a explosão.

foto 6

Eles caem em um planeta conhecido apenas como Terceiro Mundo. Outra referência que vem das HQs do Homem de Aço é a fraqueza dos Gatos à um elemento chamado Kryptonita Thandrilium.

 

Coisa 4 – A Excentricidades dos Heróis

Batman e Superman também fazem outra influência aos Gatos. Assim como na história do Homem de Aço, os gatos estão sem lar procurando se adaptar a um novo mundo; e assim como acontece com o Morcegão, Lion-O (e os outros Thundercarts) são órfãos. (ok, forcei nessa).

foto 9

O que importa aqui é que Batman, Superman, Jesus, Hércules e Lion-O possuem outro elemento dos heróis solares. Eles geralmente são peixes fora d’água lutando por pessoas com ideais completamente diferentes do deles. Os heróis principais geralmente vêem o mundo ou são completamente diferentes das pessoas que convivem com eles.

Em Thundercats, Lion-o é uma criança que, por uma falha em uma máquina de hiper-sono, foi transformada em adulto. Jesus na narrativa bíblica e Hércules são tipos especiais: são semi-deuses.

foto 1o

Diferente dos outros Gatos Guerreiros, o Leão é uma criança em corpo de adulto. Ele gosta de aventuras e isso o mete em muitas confusões na Seção da Tarde. Ele conta com os cuidados excessivos de Snarf, sua ama de leite. Talvez, inspirado em Alfred.

 

Coisa 5 – Obi-Wan Ken-Jaga

Em Thundercats, essa etapa da Jornada é representada na forma de Jaga.

Sempre que Lion-O está de frente para um desafio complicado, os conselhos desse mestre que aparece em forma espiritual são importantíssimos para a vitória do herói.

No desenho, Jaga parece ter tido sua aparência fortemente inspirada pelo Mentor de Luke Skywalker, o mestre Jedi Obi-Wan Kenobi. Compare as aparências deles e a habilidade de comunicar-se com seus pupilos mesmo depois de mortos.

foto 13

Em muitos episódios ele vem para ensinar um “pulo do gato” para o Senhor dos Thundercats. Reforçando minha teoria de que a Jornada do herói se repete constantemente.

 

Os Arquétipos do Mentor

 

Outro elemento da Jornada é usar arquétipos para criar os coadjuvantes. Os arquétipos sempre influenciam a vida do herói de alguma forma (como veremos mais a frente).

Nesse tópico, vale destacar a conjunção de dois arquétipos em um único personagem. Jaga novamente figura agora como Mentor e Mártir pela causa do herói.

 

  • Mentor: Como explicado no tópico acima. Neo contou muito com os conselhos de Morfeus e Luke pode contar com o espírito de Obin-Wan e posteriormente com o treinamento de Yoda.

 

  • Martir: Em algumas histórias existe a figura do Mártir. Que deve se sacrificar para o herói cumprir sua missão.

Em Thundercats, o Mártir também é o Mentor do personagem. Lembre-se que Jaga decide sacrificar-se: ele não entra no hiper-sono, pois já está velho demais e mesmo com a máquina, não chegaria vivo no Terceiro Mundo. Desse modo, ele fica vivo para guiar a nave dos gatos em segurança até o novo lar dos Gatos.

Sabe onde mais vemos um Mentor que também é Martir?

Em O Senhor dos Anéis, Gandalf fica para lutar sozinho contra o Balrog para Comitiva seguir viagem. Em Matrix, Morfeus torna-se mártir mesmo sem querer para Neo descobrir-se o Escolhido.

foto 16

Coisa 6 – Mun-ra, Arquétipo da Sombra

Todo vilão é uma contraparte maligna do herói. Essa discussão de que Lex Luthor é a versão egoísta do Superman e que Batman e Coringa se completam é mais antiga do que a história da DC Comics.

Mun-ra aparece como um morto-vivo maligno e manipulador. Ele está em uma forma decadente.

SAMSUNG

Mas sempre que parte para cima de Lion-O, se transforma no Ser Eterno.

Ele parece nascer de uma combinação de o Imperador da Galaxia + Darth Vader. Assim como Lion-O, ele tenta primeiro atacar os heróis na forma de múmia, para só então invocar os espíritos do Mal e tornar-se no Mal Sempre Vivo.

Aliás, Mun-ra parece uma homenagem ao Amon-Ra. Um importante faraó na história do Egito. Responsável por instituir o pensamento monoteísta entre alguns membros do clero.

foto 19

 

Coisa 7 – Os Arquétipos dos Aliados

 

Os amigos de Lion-O recebem muita influência de Star Wars.

  • Tygra e Panthro: cumprem a função de Han Solo e Chewbacca de instruir o personagem nos perigos do mundo além do seu lar.

foto 20

 

  • Willykat e Wiilykit: são os responsáveis pela comunicação dos Thundercats. Mas os pestinhas também “sem metem em muitas confusões na sessão da tarde”. Eles lembram as funções de R2-D2 (robozinho que se metia em confusões) e C3-PO (que sabia muitas línguas; o comunicador) da equipe Skywalker.

foto 21

 

  • Cheetara: pode-se dizer que é uma Leia. Ela é uma mulher capaz de moer os mutantes de porrada e também possui um Sexto Sentido acurado.

foto 22

 

Em muitos mitos, o Herói Solar deve encontrar um Oráculo para saber sobre seu futuro. (Matrix, preciso explicar onde?, Leônidas escala o monte antes de partir para as Termópilas).

 

  • Berbils: E vale ainda dizer que os Ewoks também aparecem no desenho…

foto 23

 

______________________

Considerações Finais

 

Ainda vale frisar que Thundercats seguindo essas “fórmulas” – na falta de um termo melhor –  foi m fruto dos anos 1980.

Se voltarmos a 1985 (data de criação do desenho), é fácil descobrir o porquê de essa combinação ter feito tanto sucesso:

O Retorno de Jedi recém tinha estreado nos cinemas;

Havia a fase de John Byrne reformulando o Superman;

 

E o rock era muito melhor do é que hoje!

E quem não se lembra do rock arena (AOR) de bandas como Survivor ou Journey que embalavam filmes de ação (Rocky e O Último Dragão Branco) e colocavam uma galera para dançar. É esse o tipo de música que tocava na abertura Thundercats.

foto 25

Thundercats foi um fenômeno em seu tempo e como tal ele só pode ser reproduzido naquela época. Onde que hoje em dia uma desenho conseguiria unir Mitos Antigos, Space Opera, Alta Magia e Histórias em Quadrinhos e ainda ser correspondente a cultura pop moderna?

É por esse motivo que uma série rebootada, mesmo que por uma equipe foda como a The Last Airbender, não deu certo e morreu na segunda temporada. Fica com esse post minha homenagem aos Gatos do Trovão que completam 30 anos nesse ano e…

Se você é fã desse clássico dos anos 1980.

Prepare-se!

(que sabe vai ter novidade aqui no Dínamo em breve…)

Thudercats HOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

Deixe um comentário

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.